20 de Maio de 2015

Movimente-se na gravidez

hhh

Não é de hoje que se sabe o quanto é importante a grávida praticar atividades físicas, desde que com moderação. Um estudo agora mostra que, além de ser bom para a mãe, os exercícios são benéficos para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê.

Pesquisadores da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, analisaram, por meio de um aparelho não invasivo, os movimentos fetais em gestantes entre 20 e 35 anos. Elas foram divididas em dois grupos: aquelas que faziam exercícios físicos durante 30 minutos, três vezes por semana, e as que não tinham o hábito de atividade física regular.
 

O resultado mostrou que os bebês das mães que praticavam atividades físicas tinham a frequência cardíaca significativamente mais baixa quando acontecia qualquer tipo de movimento, como o respiratório (o bebê ainda não respira com os pulmões, mas já movimenta a musculatura respiratória como um treino). Os movimentos peristálticos (que o intestino faz para empurrar o alimento) e dos músculos da boca, coordenados pelo sistema nervoso autônomo, também são mais altos nesse grupo ativo.

gg

Segundo os cientistas, essas conclusões sugerem um benefício no desenvolvimento do feto quando a mãe pratica atividade física, uma vez que há uma ligação entre os movimentos respiratórios fetais e o desenvolvimento do sistema nervoso autônomo.

Sem tempo para atividades físicas?
Para um grupo de pesquisadores americanos, a falta de tempo que você diz ter para incluir os exercícios em sua rotina pode ser mera desculpa. Segundo os cientistas, eles não tomam o lugar de outras tarefas que você precisa fazer no dia a dia.

ll

Um levantamento analisou as atividades diárias de 39 grávidas (21 eram ativas e 17 não), incluindo tempo para o trabalho, exercícios, sono. O resultado mostrou que, embora a razão mais comum para não se exercitar durante a gravidez seja a falta de tempo, 85% das mulheres que não praticavam atividades físicas passavam mais do que uma hora em frente à TV ou no computador e 77%, lendo, escrevendo ou estudando. Por outro lado, as mulheres ativas tinham mais tempo de sono e para leitura.

gg

Segundo os pesquisadores, as grávidas que se exercitam administram o seu tempo de forma mais eficaz. Já aquelas que não praticavam atividades físicas com frequência tinham a percepção de que faltava tempo para os exercícios.

Mesmo com os benefícios comprovados de atividade física para a saúde da mãe e do bebê, se isso não faz parte de sua rotina e você está grávida, converse com o seu médico antes de iniciar qualquer exercício por conta própria.
Fonte: Revista Crescer

Compartilhar

18 de Maio de 2015

Lanche Primavera Dieta Eterna

Lanche Saudável
Lanche Saudável


Lanche Primavera Dieta Eterna

Ingredientes
4 fatias de pão de forma integral (usei da Nutrella)
4 fatias de peito de Peru
6 amêndoas
1 punhado de uvas passas
2 fatias de ricota
1 col de chá de creme de queijo light (Danubio)
4 folhas de acelga fatiadas finamente
1 fio de azeite
Pimenta do reino branca, sal e orégano a gosto
2 cerejas

Preparo
Amasse a ricota fazendo que vire um patê, acrescente o queijo, o fio de azeite, as amêndoas e os temperos.
Na acelga fatiada, acrescente as uvas passas.
Monte o lanche com, duas fatias do pão, duas fatias de peito de peru, o patê de ricota e a acelga, para decorar corte 1 cereja ao meio e fixe-a com um palito.

 

Rende 2 porções. Um lanche para nós e um para o marido.

Substituímos o jantar pelo lanche.

Fica delicioso, light e leve para os dias mais quentes.


Bom Apetite.
 kissheartkiss

Compartilhar

16 de Maio de 2015

Gestação X Absorção de Ferro

https://instagram.com/eternamamae/
https://instagram.com/eternamamae/

Antes mesmo de engravidar, seu corpo precisa de ferro para realizar uma série de funções, como a produção de hemoglobina (proteína do sangue que ajuda a carregar oxigênio para as células do corpo) e a manutenção de um sistema imunológico saudável. 

Uma vez que você fique grávida, o ferro passa a ser ainda mais importante. Entre os motivos estão: 

- A quantidade de sangue aumenta do seu corpo em até 50% durante a gestação, então mais ferro é necessário para produzir mais hemoglobina.

- Ferro a mais também é usado pelo bebê em desenvolvimento e pela placenta, especialmente no segundo e terceiro trimestres.
- Muitas mulheres precisam de ferro porque já começaram a gravidez com estoques insuficientes (carência de ferro pode levar a um tipo de anemia associada a partos prematuros, baixo peso do bebê ao nascer e até, em casos mais graves, mortalidade infantil). É comum mulheres terem anemia por causa dos sangramentos da menstruação.


Existe uma quantidade de ferro mínima?
Para as mulheres grávidas essa quantidade de ferro mínima é de 27 miligramas por dia, e para as não grávidas, de 15 a 18 miligramas. 


fff

Quais são as principais fontes de ferro?

As carnes vermelhas são uma das melhores fontes de ferro para gestantes. 
Era comum que antigamente se recomendasse a ingestão de fígado, já que ele contém grande concentração de ferro, mas, hoje em dia, sabe-se que ele também tem quantidades de vitamina A que podem ser excessivas durante a gravidez, por isso é melhor evitá-lo. 

Se você é vegetariana, pode recorrer a legumes, verduras e grãos para suprir suas necessidades de ferro. 

Existem dois tipos de ferro: o ferro não heme, encontrado nas plantas, assim como em carnes, aves e peixes, e o ferro heme, achado somente em produtos de origem animal. O corpo humano tem mais facilidade de absorver o ferro heme (embora o não heme seja usado na composição de alimentos enriquecidos com ferro e em suplementos). 

 


bbb

Alimentos ricos em ferro heme: 

Carnes vermelhas, aves e peixes são todos boas fontes deste tipo de ferro. 
 

·         85 gramas de bife de acém (também conhecido com alcatrinho): 3,2 mg

·         85 gramas de bife de filé mignon: 3 mg

·         85 gramas de peru assado, carne escura: 2 mg

·         85 gramas de peru assado, peito: 1,4 mg

·         85 gramas de frango assado, carne escura: 1,1 mg

·         85 gramas de frango assado, peito: 1,1 mg

·         1 filé de linguado (127 gramas): 0,4 mg

·         85 gramas de salmão: 0,4 mg

·         85 gramas de lombo de porco: 0,8 mg

 

Alimentos ricos em ferro não heme: 
 

·         1 xícara de cereal enriquecido com ferro: 24 mg

·         1 xícara de aveia instantânea enriquecida : 10 mg

·         1 xícara de lentilha cozida: 6,6 mg

·         1 xícara de feijão mulatinho cozido: 5,2 mg

·         1 xícara de grão-de-bico: 4,8 mg

·         1 xícara de feijão preto cozido: 3,6 mg

·         1/2 xícara de tofu firme: 3,4 mg

·         1/2 xícara de espinafre cozido: 3,2 mg

·         1/4 xícara de uvas passas: 0,75 mg


Tire o máximo de proveito do ferro que você consome

Você não precisa comer um bife gigante para satisfazer suas necessidades diárias de ferro. Na realidade, uma pequena porção de carne ou peixe junto com outros alimentos auxilia seu corpo a absorver mais do ferro já presente nos acompanhamentos. 

fonte: babycenter.com


OBS: 

- Vale lembrar que minhas dicas são baseadas em estudos, livros e artigos, assim como em conversas com profissionais de respeito e responsabilidade, Nutricionista, Educador Físico e Obstetra.
 - Consulte o médico ou nutricionista de sua confiança, é um momento delicado e que você merece cuidado especial, eles sabem o melhor para você e o bebê.
- Trago com carinho para vocês as dúvidas que venho também passando, como forma de ajudar, ainda sou estudante de Nutrição por isso reafirmo, consulte um bom profissional, ele irá te ajudar!!!

Beijos com carinho, Lyvia Mendes. #eternamamae


Compartilhar

busca

Lyvia Mendes

Uma pessoa de bem com a vida, que com reeducação alimentar e atividade física conseguiu eliminar mais de 25kg e se sentiu com a necessidade de ajudar a quem quer ou precise.

novidades

Receba novidades em seu e-mail e participe de promoções, sorteio de brindes e muito mais!

Masculino

Feminino

© Copyright 2013 - Blog Dieta Eterna. Todos os direitos reservados.

by MediaPlus